quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Arruda Preso

O Ministério Público Federal pediu, mas o Relator do caso no STJ, Ministro Fernando Gonçalves, preferiu consultar os colegas e o resultado foi que a Corte Especial decretou, agora a pouco, a prisão preventiva de Jose Roberto Arruda, Governador do Distrito Federal.

É a primeira vez, desde a volta da democracia, há 25 anos, que um Governador eleito, sem ter sido cassado do cargo, é mandado diretamente para a cadeia. E neste caso, sob acusação de formação de quadrilha, falsidade ideológica e corrupção.

O entendimento para a prisão preventiva foi o de que Arruda em liberdade estaria influindo de modo a prejudicar as investigações, inclusive ameaçando testemunhas.

A posse do Vice Governador Paulo Octavio no lugar de Arruda está cercada de controvérsias.

A principal controvérsia é que não tendo sido afastado por decisão legislativa, nem perdido os direitos políticos por decisão judicial, ele ainda é o titular, podendo assim, mesmo que tenha a prisão preventiva mantida pelo Supremo Tribunal Federal, continuar no exercício das funções de Governador.

2 comentários:

Anônimo disse...

Chove chuva, chove sem parar. . .
". . . é pau, é pedra, são as águas de março. . ."
É complicado para um leigo, como eu, entender que, num país que tem uma única Constituição e conviva sob a égide dos mesmos códigos, as decisões culminadas na Justiça sejma tão diferenciadas quanto os sotaques regionais.
Aqui como lá, não. Lá, como aqui, também não. Em lugar nenhum as cosias e as decisões são iguais, ebora os fatos e os atores sejam quase sempre os mesmos.

rodrigo72lopes disse...

Ainda bem que o Arruda não tem concessão pública, não é dono rede TV... Como é era o... O... Você sabe... Assim as pessoas podem prende-lo com mais tranqüilidade...

Se fosse o... Bem, vc sabe.