sexta-feira, 29 de maio de 2009

No Dia da Criação

O candidato a presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), José Antonio Almeida,  disse que a Executiva nacional do PSB não destituiu a direção do partido, no Maranhão, como vem apregoando o deputado federal Ribamar Alves (PSB). 

"O que houve, explicou José Antonio Almeida, foi a deliberação por parte da Executiva nacional de se fazer uma nova eleição apenas da Executiva estadual.  O congresso estadual, realizado em maio do ano passado, e o Diretório estadual eleito pelos congressistas foram considerados legais e legítimos", explicou.

Segundo José Antonio, o Diretório estadual é a instância do partido que tem como uma de suas atribuições eleger a Executiva estadual, que é o órgão executor das deliberações das instâncias superiores. José Antonio disse que amanhã, sábado (30), na Assembléia Legislativa, das 9 às 13h, vai acontecer a reunião do Diretório estadual, que auto – convocou-se, para eleger a nova Executiva estadual do PSB no estado. 

"Só tem direito a voto os membros do Diretório, que são 60 ao todo (32 integrantes da chapa encabeçada por José Antonio e 25 da chapa do deputado Ribamar Alves, e 3 indicados pelos movimentos do PSB: Movimento de Mulheres, Movimento Sindical e Juventude Socialista Brasileira)", afirmou.

Um membro da Executiva nacional do PSB virá ao Maranhão para presidir e coordenar a reunião do Diretório estadual do partido. De acordo com José Antonio, a convocação feita pelo deputado federal Ribamar Alves para que os membros do Diretório reúnam-se, das 9h às 13h, no  Sesc  do Olho Dágua não tem legalidade.

"Tanto eu quanto o deputado federal Ribamar Alves estamos impedidos de convocar o Diretório. Eu porque ainda não fui eleito presidente e o deputado federal Ribamar Alves porque não é mais o presidente. Por isso é que o Diretório auto - convocou-se para se reunir no auditório da Assembléia Legislativa do Estado, no horário das 9h às 13h", esclareceu.

A Executiva Estadual do PSB a ser eleita é constituída de 20 membros. O candidato a presidente do PSB declarou que lamenta que o deputado federal Ribamar Alves queira tumultuar o processo. 

"Por que o deputado federal Ribamar Alves não vem para dentro do partido defender suas posições? Nós queremos a unidade do PSB. Agora a intenção do deputado federal Ribamar Alves de ser presidente da legenda não garante a unidade. É possível uma chapa de consenso, desde que o deputado federal Ribamar Alves não condicione isto a sua indicação para presidir o partido", finalizou José Antonio. 

Um comentário:

Rosário Notícias disse...

Acho que o Zé Reinaldo seria um bom candidato a Governador. O PSB não pode ficar só esperando uma posição de Jackson. Os dois nomes já seriam o bastante para levar uma eleição p/ segundo turno contra a família Sarney e em seguida virar de novo.

Abraços.