sábado, 18 de abril de 2009

Sem Comentários

Este registro foi feito por Mônica Bergamo em sua página na Folha de São Paulo, de hoje.

Vale a jato

Os primeiros telefonemas disparados para o celular de Roseana Sarney (DEM-MA), assim que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu que ela era a nova governadora do Maranhão, vieram do governo -e da Vale, que tem negócios milionários no Estado. O ministro José Múcio (PTB-PE) foi o primeiro a falar com a ex-senadora; Roger Agnelli, presidente da mineradora, o segundo, para dar os parabéns pelo resultado.

2 comentários:

Antonio disse...

Vidigal, sabe o que está faltando a nós maranhenses, fazer? Esquecer definitivamente esse pessoal. Deixar de falar sobre eles, deixar de escrever sobre eles, deixar de pensar sobre eles. Eles se alimentam das nossas angustias e das nossas inquietações. Acredito piamente que se deixarmos de nos referir a eles no nosso dia a dia eles desaparecem, como por fim, desapareceram os BUENDÍA no clássico "Cem anos de solidão" do Gabriel Garcia Marques.

Na síntese desse maravilhoso conto lemos: "Um comboio carregado de cadáveres. Uma população inteira que perde a memória. Mulheres que se trancam por décadas numa casa escura. Homens que arrastam atrás de si um cortejo de borboletas amarelas."

Somos assim, uma população inteira sem memória, avivando diariamente a memória dos "Buendia" nos jornais sérios e blogs idem. Precisamos mais do que nunca esquecê-los, declara-los insignificantes em nossas vidas. Acredite nisso. Eles desaparecerão e não será preciso 100 anos.

Como formador de opinião, lance um desafio aos mais de 1 milhão de maranhenses que tiveram, assim como eu, seus votos anulados e declarados inválidos. VAMOS SIMPLESMENTE ESQUECER QUE OS "BUENDÍA" EXISTEM! Eles são como o velhos "bois da cara preta" da nossa infância. Assustavam mas não existiam.

Recuso-me a partir de hoje a voltar a pronunciar o sobrenome que tem maculado nosso pobrezinho Estado há mais de 4 décadas. A partir de hoje eles são os "BUENDÍA" e são apenas fantasmas que em breve irão desaparecer do nosso querido Maranhão!

Sousa disse...

VAMOS SIMPLESMENTE ESQUECER QUE OS "BUENDÍA" EXISTEM!
Antônio, ñ podemos esquecer q eles existem, afinal, somos bombardeados todos os dias pela louvação aos seus "méritos" e pela execração pública impiedosa de seus adversários, nos meios de comunicação da família, além do indiscriminado uso do nome (argh) Sarney em prédios, instituições, cidades etc.
Nos resta insistir no voto, partilhar nossas idéias, disceminar conhecimento e ñ desistir da luta democrática por governos melhores.
PS.
Não tenho filiação partidária, sou honradamente uma cidadã indignada com a usurpação de seu direito soberano de escolha.