segunda-feira, 3 de junho de 2013

Monoglota

Cerca de 8 mil índios apurinãs vivem dispersos entre as margens do Rio Purus nos Estados do Amazonas, Mato Grosso e Rondonia.

Paulo Apurinã, o mais conhecido, seria com certeza um dentre eles se contra sua identidade não pairasse agora uma dúvida – será que ele é índio?

Índio tem RG diferente – Registro Administrativo de Nascimento de Índio, expedido pela FUNAI. A Polícia Federal apura as suspeitas de fraude no registro de Paulo.

Sempre que há fuzuê de índio em Brasília, o Paulo Apurinã, um tipo gordão e falante, está pelo meio. A Dilma já ganhou dele um cocar. Ele mora em Manaus e não fala o idioma da sua tribo.
 

Um comentário:

Paulo Apurinã disse...

Comigo é assim, quanto mais o caldo Engrossa melhor.
Ainda serei Senador por causa das mentiras que a imprensa inventa.
http://youtu.be/Mgw2vnCWUbo