quarta-feira, 1 de julho de 2009

PT Saudações

Se dependesse apenas do Presidente Lula, o Senador Sarney cumpriria tranqüilo e seguro até no ultimo dia o seu mandato de Presidente do Senado.

O PT foi até orientado pelo Presidente Lula para dar todo apoio a Sarney.

Não obstante, a bancada do PT no Senado resolveu depois de uma reunião em que não houve clima nenhum favorável a Sarney, juntar-se ao coro dos outros partidos que já pediram o afastamento do atual Presidente do Senado.

PSD, PDT, PSOL e DEM já haviam pedido o afastamento. Agora, com a definição do PT contra, Sarney só tem a seu lado o PMDB, dentre as legendas de grande expressão.

É possível que essa decisão do PT seja apenas simbólica, já que Sarney só espera a chegada do Presidente Lula a Brasília, ainda hoje, para lhe comunicar a decisão de renunciar a Presidência do Senado.

O bode na sala, agora, chama-se Senador Marconi Perillo, do PSDB, 1º Vice Presidente.

É que saindo Sarney, o Senado passaria a ser dirigido pela Oposição. E por isso Sarney deveria atender aos apelos do Presidente Lula e ficar.

Acontece que havendo renúncia terá que haver uma nova eleição para Presidente do Senado e o sucessor de Sarney terá que sair do PMDB, que tem a bancada mais numerosa.

Ou então, voltar-se-ia ao velho acordo segundo o qual o partido que preside a Câmara não preside o Senado. E nesse caso, caberia ao PT indicar o novo Presidente. O qual seria o Senador Mercadante.

2 comentários:

Valter disse...

É o começo do fim. Agora temos a obrigação de continuar batendo no velho oligarca, pedir a cassação do seu mandato e fazê-lo provar do próprio veneno. Só que no caso dele há provas irrefutáveis. Sua cassação não será baseada em um processo montado, com provas fajutas e testemunhas cooptadas.

Anônimo disse...

Visite urgente:www.forasarney.com
Veja o tamanho da lista e o desabafo do povão!